quarta-feira, 25 de junho de 2014

Delft ... [1]

... uma cidade com encanto, história e arte.



Este é o primeiro post sobre uma cidade que sempre tive muita curiosidade de conhecer ... quer pela obra do pintor Johannes Vermeer quer pela importância que teve na azulejaria portuguesa. Pois no século XVII e durante quase cinquenta anos importavam-se da Holanda painéis em azul e branco influenciados pela cerâmica chinesa e azulejos de "figura avulsa" tão característicos dos Países Baixos.



Um prato personalizado !! lollll



As diferentes fases da pintura ...

A cidade que é mundialmente conhecida pela indústria da porcelana - Delft Blue, caracterizada pelas cores azul e branca. Existiam mais de 30 fábricas no século XVII, mas a Royal Delft foi a única fábrica que restou na cidade. Visitar a Royal Delft foi uma viagem no tempo. Podemos apreciar todo o processo de fabrico das peças assim como o método de pintura e a transformação nas belíssimas obras no famoso azul e branco :)





Foi curioso que assim que estacionamos em Delft, bem ao lado da Universidade, demos de imediato com a antiga fábrica das famosas porcelanas fundada em 1653, a minha amiga J. ainda não tinha visitado e foi uma descoberta em conjunto.



Interessantes residências universitárias em Delft.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Kinderdijk-Elshout ...

 ... simples e lindo !!







Sensivelmente a 25 km de Rotterdam fica uma rede de 19 moinhos alinhados que formam  uma excelente paisagem feita pelo homem que é um testemunho poderoso da engenhosidade humana e fortaleza ao longo de quase um milénio em drenagem e protecção de uma área com o desenvolvimento e aplicação da tecnologia hidráulica. Não é por acaso que em 1997 passaram a ser considerados Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.




Estes moinhos foram construídos por volta de 1740, mas estão desactivados desde a década de 50 do séc. XX. Os moinhos na Holanda para além de servirem para moer os cereais com o uso da força da água, servem também para drenar as águas dos diques para canais e reservatórios, evitando cheias.
Actualmente alguns são habitados e um deles é possível até visitar. Nós como chegamos ao final do dia já não podemos entrar no moinho, mas soube muito bem passear ao longo destes belos exemplares :)



 


Nas minhas pesquisas descobri que kinder = criança e dijk = dique e que por de trás do nome deste lugar existe uma lenda. Dizem que durante uma das maiores enchentes que a Holanda sofreu, em 1421, as pessoas procuravam por sobreviventes quando viram um berço boiando. Ao chegarem perto do berço viram que estava lá um bebé vivo ...


ADOREI !!

domingo, 15 de junho de 2014

De coração ...

... cheio, foi como vim da Holanda !!

by Alegna

Já tinha visitado a Holanda em 2011, mas apenas a cidade de Maastricht ... desta vez visitei as cidades de Rotterdam, Delft e Den Haag ... e também Kinderdijk ... mas apesar de ter gostado não foi isso que me ENCHEU o CORAÇÃO :) foi sim estar com a minha amiga J. e o seu simpático marido ... ao longo de cinco dias senti-me em casa e muito acarinhada ... foram grandes passeio e infinitas conversas :)

Sabe muito bem sentir que somos bem vindos :)

Em breve vão sair alguns posts com as respectivas reportagens fotográficas.

À J. e ao O. um MUITO OBRIGADO do CORAÇÃO !!
Related Posts with Thumbnails