segunda-feira, 26 de setembro de 2011

... eu queria, efectivamente, ser pintor!

 Júlio Resende faleceu aos 93 anos ...

A pintura contemporânea portuguesa ficou mais pobre. Júlio Resende que nasceu na cidade do Porto, a 23 de Outubro de 1917, faleceu em Valbom - Gondomar a 21 de Setembro de 2011.

Frequentou as Escolas de Belas-Artes do Porto e de Paris. Começou por ser professor do ensino secundário, mas o gosto pela pintura levou-o a começar por fazer ilustrações e banda desenhada para jornais e publicações infantis nos anos 30.

Em 1946, apresentou a sua primeira exposição em Lisboa, e obteve uma bolsa de estudo no estrangeiro, tendo sido nesta sua passagem pela Europa, em especial por Paris e Madrid, onde teve contacto com as obras de Picasso e Goya, que Júlio Resende despertou para a pintura abstraccionista.

"Comprei a primeira caixa de tintas «a sério», e aprendi a colocar as cores na paleta, segundo as boas regras", escreveu o pintor, no site Lugar do Desenho - Fundação Júlio Resende, instituição onde está reunido um espólio de cerca de dois mil desenhos que Júlio Resende reuniu ao longo da sua carreira.







Registos fotográficos efectuados numa visita em Novembro de 2007 ao LUGAR do DESENHO.

sábado, 24 de setembro de 2011

A Floresta no Jardim ...

... foi a temática da edição de 2011, ano Internacional das Florestas, do Festival Internacional de Jardins que se realiza em Ponte de Lima.



Visitamos no passado dia 11 de Setembro a 7ª. Edição do Festival Internacional de Jardins em Ponte de Lima, este ano subordinado ao tema “A Floresta no Jardim”, em virtude de em 2011 se comemorar o Ano Internacional das Florestas.
Deambulamos pelos 11 trabalhos originais apurados e ainda pelo trabalho vencedor do ano passado, intitulado Kaos Suspenso, de criadores portugueses.




 
“Kaos Suspenso”

Gostei do espaço onde a criatividade da criação artística e se encontra aliada à criação de um espaço de vanguarda e simultaneamente um espaço de educação ambiental. Mas decerto é ainda mais belo se visitado logo no final de Maio, a quando da sua abertura.

Aberto desde 29 de Maio até 31 de Outubro com um valor de entrada simbólico de apenas um euro por pessoa. Em 2012 o tema é bem atractivo e apetitoso também “Jardins P’ra Comer” ... lolll ... não podemos faltar :)

“Melodia da Floresta”

“A Floresta de Infância”

“Contudo – todavia, no entanto, não obstante”

“Jardim Radiante”

“Welcome to the Jungle”

“Jardim dos Sobreiros”

“O Tri Ciclo da Bolota”

“Memórias da Floresta”

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Cheddar - Tea & Fondue

... um restaurante de fondues, situado na praia de Matosinhos, onde se pode ter um jantar bem agradável.


Aproveitando um voucher da Vida é Bela fomos experimentar este pequeno, mas simpático restaurante e acima de tudo com uma óptima confecção.

Para entrada escolhemos um fondue de enchidos e queijo. Para os fondues propriamente ditos, as opções são várias, desde as carnes (aves e caça), peixe, marisco até um vegetariano (apenas por encomenda). Todos eles são acompanhados de molhos variados - alho, caril, rosa, vinagrette, picante e tártaro - e batata frita e ou arroz e ou salada.
A nossa opção foi o fondue Vaca Au Vin, mais saudável que os restantes uma vez que a carne não é frita :)

E para sobremesa, claro que só podia ser um fondue também :P optamos pelo de Chocolate com fruta da época ... que delícia :)







Cheddar - Tea & Fondue
Rua Heróis de França, 611
Matosinhos
Tel. 224003044

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Altos de Chavón

... obra cativante, feita pelo homem e de proporções épicas.


Estas duas imagens em http://www.casadecampo.com.do

A excursão à Ilha Saona incluia também uma visita ao "Altos de Chavón", para isso tivemos que atravessar o resort mais luxuoso do Caribe, localizado em La Romana, um empreendimento com cerca de 30km2, que inclui hotel, restaurantes, bares, centro comercial com sala de cinema, campos de golfe, marina para 350 embarcações, condomínio com 1.500 habitações, ...

Altos de Chavón são uma réplica do século XVI de uma vila mediterrânea empoleirada bem acima do rio Chavón (neste rio segundo o guia foram feitas filmagens do Rambo e da Anaconda). A vila foi projectada pelo arquitecto dominicano José Antonio Caro, e criada pelo mestre de desenho e cinematógrafo italiano Roberto Coppa.




Os artesões dominicanos foram os obreiros da calçada em pedra, dos belos trabalhos em ferro-forjado, mobiliário e encantadores edifícios, reavivando ofícios quase esquecidos, como trabalhar o metal ou cinzelar a pedra.

Sob a direcção de Roberto Coppa, cada pedra cada pedra foi cortada à mão, cada moldura das belas portas de madeira foi trabalhada de forma artesanal e o mesmo aconteceu com todos os belos detalhes em ferro-forjado. A construção da vila começou em 1976 e a vila foi inaugurada em 1982 com o concerto de Frank Sinatra no anfiteatro.





Altos de Chavón foi construído como um centro de cultura para o povo dominicano. Residentes dominicanos, turistas e artistas acorrem a este lugar inspirador. Hoje, esta vila abriga a Escola de Design de Altos de Chavón, afiliada da Parson's School of Design de Nova York.
O coração do centro de artes de palco é o anfiteatro de estilo grego com uma capacidade de 5.000 lugares. Hoje em dia, este local é escolhido como palco para muitos vídeos musicais, shows de tournées e comemorações particulares.





A igreja de Santo Estanislau está situada no coração da vila foi consagrada em 1979, o Papa João Paulo II enviou, da Cracóvia, as cinzas de Santo Estanislau, o santo padroeiro da Polónia, e uma estátua esculpida à mão para comemorar a inauguração da igreja.




Passeamos pelas ruas de paralelepípedos e apreciamos a grandeza arquitectónica de um tempo que ficou para trás ...

Consulte: www.altosdechavon.com

sábado, 3 de setembro de 2011

Ilha Saona

... a excursão imperdível para quem visita a República Dominicana.




Encantou-me a visita à "Bella Savonesa", o primeiro nome dado à Ilha Saona por Cristóvão Colombo em 1494, homenageando a cidade natal de Michelle Savona Cuneo.

Esta ilha é uma reserva natural protegida desde 1975, faz parte do perímetro do Parque Nacional do Este. Este parque está localizado na ponta sudeste do país, na província de La Altagracia entre as cidades de Boca de Yuma e Bayahibe. Têm uma área de 808km² dos quais 420 km² são terra e 388 km² correspondem a mar. Este parque natural é rico em biodiversidade, tanto terrestre como marinha, onde a vida animal e vegetal se desenvolve livremente na natureza.

Mas apenas visitei Saona, uma ilha que já foi alvo de muitas filmagens pela sua beleza inigualável (segundo o nosso guia, a Lagoa Azul e o Pirata das Caraíbas, foram dois dos filmes ai realizados).

Em Bayahibe tomamos o catamaran, onde ao som do Merengue e da Bachata rumamos até Saona fazendo uma paragem para nos banharmos nas “piscinas naturais”. Ah e é verdade durante a viagem não faltou o RUM !!








Descer do catamaran e aproveitar as águas cristalinas com pouca profundidade que nos oferecem as “piscinas naturais” e observar as estrelas-do-mar foi uma delícia. Digo mesmo inesquecível!!







Na Ilha Saona tivemos ainda possibilidade de atravessar uma zona verde e de nos banharmos nas suas águas de um azul translúcido. Ah e é verdade de beber o meu primeiro coco acabadinho de abrir :)











Mas a animação não ficou por aqui, o regresso até uma das baías de Bayahibe em Lancha Rápida foi uma aventura :)





Related Posts with Thumbnails