quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Precisava deste ...

... paraíso na terra, PLITVICE LAKES na Croácia.

Por lá ia certamente recuperar a paz e a tranquilidade que necessito ... :)

foto: mario50

Um lugar que terei que visitar um dia !!! :)

AQUI podem ver mais imagens e informações sobre este Parque Nacional que desde 1979 integra a lista do Património Mundial da UNESCO, sendo uma das atrações turísticas da Croácia.

Pensamentos ...


“Tudo tem começo e meio. O fim só existe para quem não percebe o recomeço.”


“O fracasso jamais me surpreenderá, se a minha decisão de vencer for suficientemente forte.”


“Nós somos a soma das nossas decisões.”

desconheço os autores

Tudo muda ... nada é para sempre ...

Hoje lembrei deste poema de Luis de Camões ...

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.
E, afora este mudar-se cada dia,

Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Luís de Camões

domingo, 24 de janeiro de 2010

:: foto 002.10 ::

Porque a vida é feita de instantes ...e tb há momentos assim ... mas em breve mudam o rumo ...

foto by Ângela Almeida

Exactamente o que penso ...

 
"Permaneça aventureiro.
Por nenhum momento se esqueça de que a vida pertence aos que investigam.
Ela não pertence ao estático.
Ela pertence ao que fluí.
Nunca se torne um reservatório, permaneça sempre um rio."
OSHO

sábado, 23 de janeiro de 2010

Importante ...

... realmente é VIVER VERDADEIRAMENTE e VALORIZAR cada momento da nossa existência. RIR, BRINCAR, PULAR, DANÇAR, CONVIVER, DIZER TOLICES, ... são momentos preciosos.

"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis"
Fernando Pessoa

A frase de Fernando Pessoa que hoje logo pela manhã, depois da fantástica noite de ontem, me veio à memória traduz de certo modo isso, a importância de episódios que marcam o nosso dia-a-dia e se tornam em MOMENTOS INESQUECÍVEIS com PESSOAS INCOMPARÁVEIS :)

Não se esqueçam é para repetir pelo menos de 3 em 3 meses :)

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Vamos lá VOTAR ...

Uma colega, profª. de Inglês na instutição onde também dou aulas, candidatou-se ao FESTIVAL DA CANÇÃO 2010. Ela é um dos elementos do grupo TROCOPASSO de Oliveira de Azemeis.



Hoje foram conhecidos os 30 trabalhos seleccionados por um júri. O seu grupo faz parte desses 30, agora vai caber ao publico seleccionar 24 para as duas Semi-Finais do 46.º Festival da Canção.

A votação vai ser entre o dia 21 e 27 de Janeiro de 2010 (até às 24 horas).

Por isso toca a divulgar e a VOTAR :P ... AQUI

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SERRALVES 2010

…aqui tão perto...

... e desconhecido por muitos jovens e não só. Costumo dizer aos meus alunos que é um excelente espaço para passar o dia, passear, namorar e aproveitar para espreitar as exposições, ver e aprender. Ainda tem a vantagem de ao domingo de manhã (até às 14h) ser gratuito. Mas por vezes nem assim aproveitam ...


foto by Ângela Almeida

"Na programação de Serralves a Arte de Intervenção será o ponto alto deste ano em que se comemora o centenário da República Portuguesa. O Museu de Serralves dedica uma ambiciosa exposição à arte de intervenção cívica e política. “República – Às artes, cidadãos!” – título que joga com o primeiro verso do refrão da Marselhesa, usado como palavra de ordem na Revolução Francesa – pretende constituir-se como um balanço da presença da referência política na arte contemporânea dos últimos 20 ou 30 anos. A exposição abrirá em Novembro e será um dos pontos altos da programação para 2010.

O verdadeiro início da nova temporada de Serralves inicia-se em Março, após o encerramento das últimas exposições que ainda transitaram de 2009. A primeira novidade é o regresso de Lourdes Castro, numa exposição antológica que reúne pela primeira vez os trabalhos que esta realizou com o seu companheiro Manuel Zimbro (1944-2003), designadamente o “Teatro de Sombras”, que teve grande notoriedade nos meios artísticos europeus da segunda metade da década de 70. A par das obras de colaboração, serão ainda mostrados vários trabalhos individuais de Zimbro, que se radicou em Paris nos anos 60, como assistente de René Bertholo, e ali conheceu Lourdes Castro e outros artistas do grupo KWY.

Ainda em Março, Serralves mostrará a obra de Dara Birnbaum (EUA, 1946), uma das primeiras artistas plásticas a usar a televisão, muitas vezes numa perspectiva crítica, como no seu pioneiro vídeo-clip “Wonder Woman”, de 1979, uma desconstrução feminista da célebre série televisiva homónima.

Outro nome forte é provavelmente o da pintora Marlene Dumas, nascida na África do Sul em 1953, mas há muito radicada na Holanda, cuja singularidade no contexto da arte contemporânea passa pelo modo como simultaneamente conserva e transgride os modos de representação clássicos da arte figurativa ocidental. A sua obra, pouco mostrada em Portugal – embora tenha já tido uma exposição na Gulbenkian –, poderá ver-se no Porto a partir de Julho.

No mês anterior, Serralves inaugura ainda exposições da inglesa Ceal Floyer (n. 1968) e da video-artista italiana Grazia Toderi (n. 1963). Haverá ainda o habitual ciclo Exposições na Biblioteca traz este ano mostras do mexicano Ulisses Carrión e do norte-americano James Lee Byars (1923-1997), uma reunião de trabalhos fotográficos de 30 autores realizados para livros de artista, e ainda uma exposição de esculturas de papel, com obras de Lichtenstein, Warhol, Dieter Roth, Damien Hirsch e vários outros."

Podem consultar o PROGRAMA COMPLETO no site da Fundação de Serralves.

Mas não posso terminar o post sem mencionar algo a não perder SERRALVES EM FESTA, um dos maiores festivais de expressão artística contemporânea da Europa que se transformou já num momento incontornável na programação cultural de Portugal. Na edição de 2009, à qual fui pela primeira vez, estiveram presentes 86.688 visitantes.

Este ano de 2010, a sétima edição tem lugar nos dias 5 e 6 de Junho, são 40 horas consecutivas com actividades para todas as idades, para todas as famílias e para a família toda. Estão representadas as áreas da arte contemporânea, actividades para crianças e famílias, performance, música, dança contemporânea, circo contemporâneo, teatro, cinema, vídeo, fotografia, instalação, visitas orientadas ao parque, aos espaços e às exposições, workshops, etc...


SERRALVES EM FESTA 2009  |  foto by Ângela Almeida

Aproveitemos o que acontece perto de nós !!!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Naoshima …

… onde eu queria ir :P


Foto de Alex Roman

É um dos destinos a não perder em 2010, segundo a Visão Online, pois além da ilha ser um extraordinário museu de arte moderna, irá realizar, de 19 de Julho a 31 de Outubro o Setouchi International Art Festival 2010, um Festival Internacional de Arte que por si só justifica uma visita.

Eu já me imagino nesta bela ilha, isolada e banhada pelo mar de Seto, com construções com 200 anos de idade que convivem em harmonia com arte contemporânea. Um lugar para caminhar em redor da natureza, dos templos das religiões tradicionais, bem como das esculturas e das coloridas instalações ao ar livre de diversos artistas japoneses e internacionais.



Naoshima fica do outro lado do mundo, no Japão, uma pequena ilha onde podemos chegar apenas por balsa, na qual a arte e a história local se misturam num visual natural e de grande tranquilidade.
"Harmonia entre Natureza, Arquitectura e Arte" foi o lema para o arquitecto Tadao Ando nos anos 90 do século XX criar o “Benesse Naoshima” um Museu de Arte Contemporânea. Este projecto possui também quartos para hospedar visitantes.

Mais tarde em 1997 o "Benesse Naoshima" iniciou na povoação local uma série de restaurações e transformações em casa antigas que passaram a estar em exposição permanente, esta iniciativa ficou designada por “Art House Project”.

Em 2004 é inaugurado o principal edifício da ilha, “Chichu Art Museum” (que em japonês significa dentro da terra. Neste museu podemos ver instalações de James Turrell, nas quais usa uma extraordinária luz que simultaneamente seduz e confunde os nossos sentidos pois joga com a percepção visual dos visitantes.


Temos acesso ao museu através de um jardim de nenúfares inspirado no jardim de Monet, em Giverny (França). O "Chichu Art Museum" apresenta cinco telas do pintor impressionista Monet, e um trabalho monumental, em granito, do artista americano Walter de Maria.





Em Naoshima pode-se também desfrutar de agradáveis praias, sem barracas, nem esplanadas nem amontoados de banhistas. Naoshima é assim um pequeno, calmo e relaxante paraíso de pescadores e de artistas.

Com ou sem Festival de Arte é sempre um lugar a visitar para quem aprecia arte e também sossego !!!





BENESSE ART SITE NAOSHIMA        |         CHICHU ART MUSEUM

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Valeu o esforço !!

Minha linda Sonhadora ... por esta não estávamos à espera ... mas nem por isso nos deixamos de empenhar a dar o nosso melhor e conseguir uma rotunda que orgulhasse a TEIA dos SENTIDOS.

Pois muito bem ... o esforço nunca é em vão ... e hoje dia 18 de Janeiro de 2010 a TEIA dos SENTIDOS recebeu um prémio pela sua participação na decoração de natal das rotundas da cidade de SJM.

Foi o reconhecimento do esforço e do empenho e um estímulo para continuar e, como disse o Presidente da Câmara, no próximo ano subir mais um degrau na criatividade e qualidade das decorações de Natal na nossa cidade.

Aqui fica o registo da rotunda deste ano e o respectivo prémio.


foto by Alexandra Alves | montagem by Ângela Almeida

domingo, 17 de janeiro de 2010

The Real Van Gogh ...

... The Artist and His Letters

Uma das maiores exposições de sempre das obras de Van Gogh irá estar patente na Royal Academy of Arts em Londres, de 23 de Janeiro a 18 de Abril de 2010.


sábado, 16 de janeiro de 2010

30 St Mary Axe – The Gherkin

... em Londres





Finalmente concluo a breve apresentação dos 5 edifícios da primeira década do século XXI anunciados pelo "The Times".

A quarta posição é ocupada pelo edifício 30 St Mary Axe – The Gherkin “O Pepino”, como é conhecido, construído em Londres em 2001 e idealizado pelo arquitecto inglês Normam Foster.

É um edifício espectacular, tanto de dia como de noite, quando se ilumina, e pode ser visto de muitas zonas da cidade pois mede 180 metros de altura.

Está dado ...


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Será que temos sorte?

Estou contente !! :)

Já está marcado ... foi dificil ... mas conseguimos ... em MARÇO estaremos a VISITAR MILÃO.

Não exactamente como estava previsto, mas o que importa é que nada nos fez desistir do objectivo traçado em Março de 2009. Levar um grupo de formandos de um curso EFA a visitar a Capital da Moda.
Falta saber se conseguimos a dificil proeza de ter vaga para ver ...



Sabem a que obra pertence este fragmento ... e quem é o autor ... onde se pode ver ???

Eu quero VERRRRRRR :P

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Eden Project ...

... em Cornwall


Em 3º. lugar na restrita lista do “The Times” ficaram os biomas gigantes do Eden Project, no sudoeste de Inglaterra, terminados em 2001 e projectado por Nicholas Grimshaw & Partners.

O Éden é a maior estufa do mundo construída e consiste num jardim botânico e num parque temático. Enormes bolhas translúcidas climatizadas criam um micro-clima protegido pela disposição do complexo abaixo do nível dos terrenos vizinhos. Nas enormes estufas vivem inúmeras espécies vegetais provenientes da Amazónia, África, Malásia, do Mediterrâneo, Chile, dos Himalaias entre outros.

Visite AQUI

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Catedral de Nª. Sª. dos Anjos ...

... em Los Angeles


Na lista do “The Times” em segundo lugar surge a Catedral da Nossa Senhora dos Anjos em Los Angeles, inaugurada em 2002 e projectada pelo espanhol Rafael Moneo.

A Catedral de Nossa Senhora dos Anjos foge totalmente às noções convencionais de uma catedral. Construída em apenas seis anos é uma catedral, dinâmica contemporânea praticamente sem ângulos rectos. A construção discreta destaca-se na cidade mais extravagante dos Estados Unidos, onde a norma é a ostentação de Beverly Hills. "Esta catedral é um espaço onde as pessoas se sentirão mais à vontade para se isolar da vida quotidiana", referiu o arquitecto.

A catedral foi projectada para durar 500 anos.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Oscar Niemeyer

“Não é o ângulo recto que me atrai, nem a linha recta, dura, inflexível, criada  pelo  homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein.”
Oscar Niemeyer

Com o post sobre as 5 construções mais representativas, da arquitectura mundial, da primeira década do século XXI, lembrei-me de um arquitecto do século XX que gosto em particular.

Oscar Niemeyer é considerado o mais importante arquitecto brasileiro. Nasceu há 102 anos, e a sua vida bem como o seu trabalho atravessam dois séculos, XX e XXI.

Neues Museum ...

... é outro dos 5 edifícios da década



Situado na região leste de Berlim, na "Ilha dos Museus" declarada Património da Humanidade em 1999, o Neues Museum (Novo Museu) passou a expor cerca de 9 mil peças procedentes, na sua maioria, da Pré-História e das civilizações antigas, desde Outubro de 2009 quando foi novamente inaugurado após 70 anos encerrado.

Construído inicialmente em 1859, passou por diversos períodos complexos como os bombardeamentos durante a guerra e o seu abandonado em ruínas no período da Alemanha dividida.

Mas em 1997 foi atribuída a tarefa de planejar a reconstrução do Neues Museum ao arquitecto britânico David Chipperfield. As obras duraram seis anos, e tiveram um custo de 212 milhões de euros.

Interessante é que nesta renovação foram preservadas as “marcas” deixadas no edifício ao longo dos 150 anos da sua existência, elas são o testemunhos de uma história diversificada. História essa que, para o arquitecto, não deveria ser ocultada, mas sim ser revelada. Assim ao passear pelos quatro andares e pelas duas alas do Neues Museum, o visitante muda permanentemente de uma atmosfera sombria e de ruínas das áreas antigas para uma atmosfera nobre, geométrica e repleta de luz das áreas novas.

Para uma visita virtual: AQUI

Casa da Música ...

... é um dos edifícios da década


Foto de Nicolas Firket

O "The Times" colocou a Casa da Música, no Porto, entre os cinco edifícios mais representativos da arquitectura mundial da primeira década do séc. XXI.

O projecto de Rem Koolhaas nunca foi consensual, a começar pelo arrojo da obra e terminando nos custos da mesma. Mas a verdade é que o edifício já é um marco arquitectónico incontornável na cidade, trazendo turistas de todas as paragens especialmente para visitar a casa. E esta distinção do "The Times" só vem acentuar esse facto.

Neste grupo restrito estão ainda incluídos o Neues Museum, em Berlim (1º), a Catedral de Nossa Senhora dos Anjos, em Los Angeles (2º), o Eden Project, em Cornwall (3º), e o Gherkin, em Londres (4º).

Fonte: ionline.pt


Deste ano não passa!!! Ando sempre a adiar, uma visita à CASA da MÚSICA, aqui tão perto, até parece mentira ...

Vou deixar o desafio para marcarmos uma saída fotográfica com ponto de encontro na CASA da MÚSICA. Quem alinha? Vamos só esperar por temperaturas mais amenas :P

sábado, 9 de janeiro de 2010

Carris Arte em Movimento

6 Jan 2010 | 30 Jun 2010 [Lisboa]

4 PROPOSTAS | 4 ARTISTAS

Alexandre Farto | Ascensor da Bica
Vasco Araújo | Ascensor do Lavra
Susana Anágua | Ascensor da Glória
Susana Mendes Silva | Elevador de Santa Justa

Carris junta-se aos criadores contemporâneos através de um programa que visa estabelecer um compromisso da Carris com a arte contemporânea portuguesa e que consiste num desafio lançado a quatro artistas portugueses para intervirem sobre os Elevadores da Bica, Glória e Lavra e Elevador de Santa Justa, na perspectiva de estabelecerem uma ponte entre um passado de histórias e vivências com o presente e o futuro.
São quatro propostas que despertam os sentidos para uma nova paisagem urbana de bairros históricos alfacinhas, através da (re)descoberta destes quatro emblemáticos veículos, classificados como Património Nacional. Mais do que servir a mobilidade de pessoas ao longo de gerações, estes equipamentos amarelos caracterizam a memória visual de Lisboa e proporcionam experiências inesquecíveis a todos aqueles que nos visitam. Esta iniciativa é também um desafio aos habitantes locais que, ao longo de seis meses, terão a oportunidade de conviver com um novo vizinho de sempre.
Propostas diferentes tal e qual como têm sido as suas utilizações e percursos que ligam dois pontos, a partida e a chegada, o passado e o presente, e que ganham agora uma nova atracção através da intervenção destes quatro artistas.

Alexandre Farto
Os ascensores da Bica fundiram-se com a rua que os acolhe. Os dois elevadores da Bica já não são amarelos como todos os outros. Pelo menos até ao fim de Junho. A intervenção de Alexandre Farto (n.1987, Lisboa) reveste toda a superfície exterior dos ascensores de uma película "espelho" ("Espectro" é o título da obra). Quem anda pela conhecida rua íngreme vê agora a rua e a sua própria imagem reflectida nos elevadores.

fotos de Susana Pomba

Susana Anágua
A ciência é mais uma vez o ponto de partida de Susana Anágua (n.1976, Torres Vedras). A artista colocou lentes no topo da calçada que reforçam o exercício mecânico da troca de forças entre os dois ascensores. A experiência é exterior e quando olhamos pelas lentes colocadas estrategicamente temos que esperar a altura perfeita - o momento em que os dois ascensores se cruzam na Calçada da Glória.

foto de Susana Pomba

Vasco Araújo
Este artista propõe reflectirmos acerca da viagem enquanto subimos o ascensor do Lavra. Vasco Araújo (n.1975, Lisboa) criou um local de reflexão - placas verdes de borracha com frases estão colocadas pelos bancos do ascensor do Lavra. Os passageiros podem sentar-se em cima da obra mas também, e principalmente, ler e reflectir acerca do tema da viagem nas diversas citações, escritas pelo próprio artista mas também por autores como Cesare Pavese, Fernando Pessoa ou Samuel Beckett.

fotos de Susana Pomba

Susana Mendes Silva
Ao subir o conhecido Elevador de Santa Justa podemos ler nas janelas o convite à interacção de Susana Mendes Silva (n.1972, Lisboa). A artista quer que cada passageiro partilhe as suas experiências e imagens num blog criado especialmente (http://santa-justa.blogspot.com/). A carta que lemos nas janelas está traduzida em muitas línguas (8) para que todos os turistas possam também participar.

foto de Susana Pomba

Fonte: http://www.carris.pt/


quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

DESIGUAL ... adoro :P

O post sobre os Sonhos Coloridos trouxeram-me à lembrança a DESIGUAL.

Namoro sempre as colecções da DESIGUAL … sempre "desigual" de tudo que se vê e sempre com muita cor e imaginação.
Mas ainda não despendi eurozitos para comprar as peças que me encantam … :| até já espreitei os saldos (coisa que não tenho muita paciência para fazer) mas mesmo assim fica fora do meu orçamento :P

Vou deixar aqui duas peças achei lindas :)

          

Sonhos Coloridos



Hoje lembrei-me do que uma amiga que sempre me dizia quando se despedia … abraços, beijos e SONHOS COLORIDOS !!

SONHOS COLORIDOS

BEIJOS COLORIDOS

MOMENTOS COLORIDOS

PROJECTOS COLORIDOS

… … …

Ora ai está ... é mesmo o que eu quero para a minha vida ... MUITOS SONHOS … MUITOS MOMENTOS REPLETOS DE COR :)

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sorrir ...

Hoje logo pela manhã chamaram-me à atenção pelo meu semblante sério, pois o sorriso até costuma estar sempre presente no meu rosto.

Abri um ligeiro sorriso e pensei naquela frase …

"Sorria, pois mais triste que um sorriso triste, é a tristeza de não saber sorrir."

Realmente a vida é tão curta e complicada que mesmo nos momentos menos felizes devemos tentar sorrir. Pois …

"... ainda que haja noite no coração, vale a pena sorrir para que hajam estrelas na escuridão ..."

Mas somos humanos e como tal chorar e sorrir é natural, faz parte do nosso crescimento e amadurecimento.

"Quem não sabe sorrir e chorar, é um ser humano incompleto."

Por isso vamos SORRIR, como diz a minha cunhada ...

"SORRIR contagia. Sorria cada dia de 2010. Faça-se o favor !!"

Nem tudo é fácil ...



É difícil fazer alguém feliz,
assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo,
assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor,
assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje,
assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom,
assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz,
assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir,
assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém,
assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão?
Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o... É difícil perdoar?
Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas?
Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o... É difícil entregar-se?
Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...
Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar
para que não apenas sonhemos,
mas também tornemos todos esses desejos, realidade!

Cecília Meireles

Caem lágrimas ...



… magoa a indiferença.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

“Nuestros Silêncios”



Fiquei ontem a saber num programa da RTP2, que é possível ver até ao próximo dia 10 de Janeiro de 2010 dez gigantes em bronze com a boca tapada, que representam "tudo o que os seres humanos preferem não dizer" segundo o seu autor, o artista mexicano Rivelino. Estas esculturas encontram-se na praça do Marquês de Pombal, em Lisboa, desde 23 de Novembro de 2009.

É um conjunto monumental com esculturas em bronze de 3,5m de altura e cerca de 850kg cada uma. Mas a exposição inclui ainda uma peça em aço, designada de Cubo Táctil, que comporta no seu interior 4 esculturas à escala, idênticas às que se encontram no exterior, com a finalidade de serem percepcionadas através do tacto, pelas aberturas existentes nas faces do Cubo, proporcionando ao público, invisual e não só, uma experiência diferente.

O autor da obra refere que "Há silêncios que duram um minuto, e outros toda a vida", considerando que a falta de liberdade de expressão vai desde o conceito mais geral, da repressão política ou ideológica da sociedade em que se vive, mas também abarca os domínios mais pessoais. Achei curioso Rivelino chamar a atenção para o que seria se todos disséssemos sempre tudo o que pensamos, efectivamente a maioria de nós, senão todos, temos muitos silêncios nas nossas vidas.

O número de esculturas também não foi ao acaso, Rivelino explica que pensou durante bastante tempo num número com significado místico ou cabalístico, e acabou por escolher o 10 pois "é composto por dois números importantes: toda a gente aspira a ser o primeiro, e o zero significa o nada, são opostos", "Mas também porque toda a tecnologia actual se baseia nestes dois números, que podem também ser representativos para a arte".

Esta exposição depois de Lisboa segue para Madrid, Bruxelas, Roma, Berlim, Londres e, finalmente, Bordéus, na França.

Reportagem Fotográfica

:: Fátima 01.01.2010 ::

No meu primeiro dia de 2010 estive onde não ia há mais de 10 anos e aproveitei para fazer algo que ao longo de 2009 poucas vezes consegui fazer, e que adoro, fotografar sozinha ao meu ritmo sem pressa … saboreando os momentos …

Durante 3 horas deambulei pelo espaço do recinto do Santuário de Fátima …

Conheci e apreciei a nova Igreja da Santíssima Trindade, um espaço da autoria do arquitecto grego Alexandros Tombazis, um local muito amplo e que apela a uma mística contemplativa. Tendo no seu interior a peça com maior impacto, a parede por de trás altar, com mais de 500 metros quadrados, que inclui vários desenhos de inspiração ortodoxa sobre folha de ouro em relevo da autoria do esloveno Marko Ivan Rupnik.

Revisitei a Capelinha das Aparições e a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

Respirei a paz e a fé que por lá exalava … pensei na vida … orei também … e não sei … mas sai de lá com um espírito renovado com fé e muita esperança no novo ano que temos pela frente.

Para além disso fiz alguns bons registos … digo eu :P

  




... assim que possível colocarei mais algumas fotos desta série ...
Related Posts with Thumbnails