quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Naoshima …

… onde eu queria ir :P


Foto de Alex Roman

É um dos destinos a não perder em 2010, segundo a Visão Online, pois além da ilha ser um extraordinário museu de arte moderna, irá realizar, de 19 de Julho a 31 de Outubro o Setouchi International Art Festival 2010, um Festival Internacional de Arte que por si só justifica uma visita.

Eu já me imagino nesta bela ilha, isolada e banhada pelo mar de Seto, com construções com 200 anos de idade que convivem em harmonia com arte contemporânea. Um lugar para caminhar em redor da natureza, dos templos das religiões tradicionais, bem como das esculturas e das coloridas instalações ao ar livre de diversos artistas japoneses e internacionais.



Naoshima fica do outro lado do mundo, no Japão, uma pequena ilha onde podemos chegar apenas por balsa, na qual a arte e a história local se misturam num visual natural e de grande tranquilidade.
"Harmonia entre Natureza, Arquitectura e Arte" foi o lema para o arquitecto Tadao Ando nos anos 90 do século XX criar o “Benesse Naoshima” um Museu de Arte Contemporânea. Este projecto possui também quartos para hospedar visitantes.

Mais tarde em 1997 o "Benesse Naoshima" iniciou na povoação local uma série de restaurações e transformações em casa antigas que passaram a estar em exposição permanente, esta iniciativa ficou designada por “Art House Project”.

Em 2004 é inaugurado o principal edifício da ilha, “Chichu Art Museum” (que em japonês significa dentro da terra. Neste museu podemos ver instalações de James Turrell, nas quais usa uma extraordinária luz que simultaneamente seduz e confunde os nossos sentidos pois joga com a percepção visual dos visitantes.


Temos acesso ao museu através de um jardim de nenúfares inspirado no jardim de Monet, em Giverny (França). O "Chichu Art Museum" apresenta cinco telas do pintor impressionista Monet, e um trabalho monumental, em granito, do artista americano Walter de Maria.





Em Naoshima pode-se também desfrutar de agradáveis praias, sem barracas, nem esplanadas nem amontoados de banhistas. Naoshima é assim um pequeno, calmo e relaxante paraíso de pescadores e de artistas.

Com ou sem Festival de Arte é sempre um lugar a visitar para quem aprecia arte e também sossego !!!





BENESSE ART SITE NAOSHIMA        |         CHICHU ART MUSEUM
Related Posts with Thumbnails