E para terminar #6 Verona ...

... suas ruas, praças, igrejas e fachadas.

















Vamos terminar a reportagem sobre Verona com este post :)

Como já mostrei nos meus posts anteriores a cidade de Verona possui muito que ver. O seu centro histórico possui características de um passado Medieval e o esplendor da Renascença, e ainda com uma forte marca do passado Romano.

Neste post vou dar enfoque às praças, às ruas, diversidade de fachadas e igrejas.

A praça que nos recebe é a Piazza Brà. Esta é a praça principal da cidade de Verona, onde se situa a Arena. Um dos locais mais movimentados da cidade com diversos cafés e restaurantes.




Mas a praça que mais gostei foi a Piazza delle Erbe que é rodeada de bares e restaurantes com fantásticas fachadas e no seu centro uma feirinha de fruta e lembranças … Na antiguidade este local era o “Fórum Romano” de Verona. Depois, na Idade Média, passou a ser um mercado de ervas (erbe) e temperos.



Torre Lamberti


Casa dei Mercanti

Casa Mazzanti





Torre del Gardello e Palazzo Maffei


Como qualquer cidade italiana que se preze as igrejas são importantes estruturas turísticas e em Verona não seria diferente. Ao longo da nossa caminhada passamos por várias igrejas mas apenas visitamos o interior da Catedral de Verona. Entre elas as principais:
  • A Duomo de Verona que começou a ser construída no século XII, mas só foi finalizada no século XVII. No seu interior podemos ver a obra Assunzione, de Tiziano. 









  • Basílica di Santa Anastasia que é um exemplo de arquitectura gótica italiana e a maior igreja de Verona



  • San Zeno é considerada uma das igrejas mais bonitas da cidade de Verona e também um dos melhores exemplos de arquitetura romanesca do norte da Itália. 



Efectivamente não dá vontade de sair do centro histórico de Verona. É uma cidade muito tranquila e com muita história ao seu redor.