domingo, 6 de março de 2011

Explosão de cores ...

... é a melhor maneira de definir o trabalho do fotógrafo Alan Sailer.


O fotógrafo Alan Sailer cria arte através da explosão de objectos. Com uma pistola de ar comprimido e com uma máquina especialmente modificada por ele, regista o momento exacto em que os objectos são atingidos, criando imagens incríveis. A máquina tem um flash sincronizado a laser e trabalha com uma velocidade extremamente baixa.

O fotógrafo de 55 anos utiliza a sua garagem como estúdio e reconhece que o processo pode ser um pouco perigoso. Ele diz “uso óculos protectores e até hoje só me magoei com estilhaços de vidro”.

Sailer explica que diminuiu o tempo de exposição do flash de um milésimo de segundo para um milionésimo para que fosse possível capturar a imagem em câmera lenta.

“A preparação é muito estressante”, diz ele. “Leva muito tempo para posicionar o objeto e programar a câmera. Um segundo depois acabou. Se você tem a foto, maravilhoso. Do contrário, o que resta é a bagunça para limpar”.


O fotógrafo explica sua preferência por armas de ar comprimido dizendo que armas de verdade o deixariam muito stressado. Além disso, ele diz que atirar com balas de verdade na sua garagem seria perigoso e ilegal. “Se eu usasse algo mais poderoso, poderia atirar em objetos maiores. Mas eu não gosto de atirar, só estou atrás de uma boa foto.”



Ao longo de três anos, Sailer já fotografou milhares de objectos a explodir, desde frutas, verduras, enfeites de Natal, brinquedos, lâmpadas, vidros, vasos cheios de tinta, revelando uma explosão de formas e cores.

Related Posts with Thumbnails