MOMENTOS DE UMA VIDA ...

... gostei de ver !!!


Este filme tem a particularidade de ter sido filmado ao longo de 12 anos e mostra como a vida é uma série de momentos, de recomeços, de escolhas e de compromissos, BOYHOOD – MOMENTOS DE UMA VIDA é um grande e humilde tributo à nossa vida.

Fiquei a saber depois de o ver que foi o Melhor Filme - Drama - de 2014 :)

Escrito e realizado por Richard Linklater, o ambicioso projeto levou o realizador a filmar uma história ao longo de 12 anos (traduzidos em 45 dias de filmagem), e que nos permitiu assistir ao crescimento figurativo e literal do o seu protagonista Ellar Coltrane à frente dos nossos olhos – Linklater começou a filmar o jovem ator com apenas 6 anos e terminou quando este tinha acabado de completar os 18.

BOYHOOD é um baú de riqueza cultural inestimável para a geração que cresceu durante o séc. XXI, marcando-se a passagem do tempo com as respetivas deixas temáticas e temporais para nos guiarem subconscientemente: quezílias políticas nas presidências de Bush e Obama, tecnologias primitivas que se transformam em experiências de alta-definição, modas culturais e canções em voga, tudo tão marcado e essencial como o amadurecimento facial e desenvolvimento de cortes de cabelo do elenco.

A vida é uma série de desafios quotidianos, ao longo dos quais crescemos e aprendemos, apenas para descobrir que há por aí muito mais do que poderíamos imaginar. Momentos impactantes ou não, que ora nos confundem, ora nos asseguram que este é o nosso lugar. A vida não é os enredos de Hollywood, ou as letras delirantes de uma banda indie, ou as linhas embriagadas de sonho de um qualquer bestseller. A vida é o primeiro dia de escola. O corte de cabelo que nos envergonha. A discussão matinal com a mãe. As regras chatas do pai. A irritação dos irmãos. As manhas para faltar à escola. A canção do Verão. A festa secreta com os amigos. A cerveja clandestina. As experiências proibidas. As conversas de circunstância. As batatas fritas no bowling. Os concertos com os amigos. As férias com a família. O primeiro amor. A aventura da universidade. O primeiro emprego. O entusiasmo. O aborrecimento. A dúvida. A certeza. A nova dúvida. O começo. O recomeço.

Vale a pena ver :)