Corpus Christi ...

... antigo Convento em Gaia.


Há muito que andava para visitar a Igreja do Convento de Corpus Christi em Gaia, aproveitei o Open House que decorreu nos dias 4 e 5 de Julho e fiz uma visita guiada ao espaço :)

Construída no século XIV (1345), a igreja do convento de Corpus Christi de Gaia, de religiosas dominicanas, conheceu uma degradação gradual provocada pelas constantes cheias do rio Douro, o que originou a edificação de um novo templo, desenhado pelo Padre Pantaleão da Rocha de Magalhães, na segunda metade do século XVII. Este arquitecto foi responsável por várias obras no Porto e arredores, a primeira das quais o Corpus Christi.


Assim a nova igreja das dominicanas de Gaia foi construída mais afastada do rio, e possui planta centralizada octogonal (com capela-mor rectangular e profunda, e dois coros sobrepostos, do lado oposto), repetindo o modelo do templo lisboeta do convento do Bom Sucesso de Belém, concluído em 1670 e pertencente à mesma ordem.
 



No seu interior podemos destacar o cadeiral do coro em talha, que remonta à segunda metade de seiscentos, onde sobressai a expressividade de determinadas máscaras e animais. A pintura e a imaginária que decoram a igreja (tecto do coro alto, espaldar do cadeiral e retábulos), apresentam uma iconografia que se enquadra nas temáticas da Ordem. O tecto é dividido por 49 caixões que referem santos, sendo que 15 painéis centrais são alusivos à vida de Jesus.




Este Convento em 1742, tinha 47 religiosas e três noviças e em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas, ficando as de religiosas, sujeitas aos respectivos bispos, até à morte da última freira, data do encerramento definitivo. A última freira morre a 5 de Janeiro de 1894 e o mosteiro fecha portas.

 


Há várias décadas que o Convento Corpus Christi se encontrava degradado, no entanto, em 2003, a Autarquia de Gaia acaba por adquirir edifício, procedendo de imediato a obras de requalificação. 
A intervenção que incidiu, sobretudo, na recuperação do telhado, tecto e coro alto da capela do convento Corpus Christi, deixou a olho nu um número vasto de peças de arte sacra de valor singular.

Foi uma visita interessante :)