PEREGRINAÇÃO POÉTICA

Como já vem sendo hábito a autarquia Sanjoanense promoveu mais uma vez a Poesia com uma Peregrinação Poética, desta vez com o apoio de algumas das Associações da cidade, que na noite de 19 de Março foram as “estrelas” da noite de declamação poética.

                                                  foto de Alexandra Alves                                                   foto de Rosa Familiar

Apesar da chuva que teimou em cair toda a noite a peregrinação poética acabou por acontecer, não nos diversos mini palcos espalhados desde a Biblioteca Municipal até à Praça Luís Ribeiro, mas sim na loja “Nova Era” onde inicialmente era previsto terminar a peregrinação.

foto de Ângela Almeida

José Fanha, coordenador desta iniciativa, realçou que ainda que a chuva não tivesse sido simpática, ver tanta gente reunida no espaço improvisado era bastante recompensador. Deu-se assim, do alto das escadas do antigo estabelecimento comercial, inicio à declamação de textos dos seis poetas que este ano foram os seleccionados para a Campanha da Poesia à Mesa. A peregrinação teve como convidado o actor Luís Esparteiro.

foto de Filomena Tavares

A minha associação TEIA dos SENTIDOS iniciou a Peregrinação com uma encenação de textos de Luísa Ducla Soares na qual participaram 5 associados (Ângela, Alexandra, Rosa, Filomena e Joaquim), também uma série de crianças da EB1 Gesteira (São João de Vêr) e o Sr. Méssio Trindade do Museu da Chapelaria. Foi uma experiência excelente apesar do nervosismo, o convívio e a partilha nesse dia fora para mim, um dos aspectos mais positivos.


fotos de Rosa Familiar

Adorei todas as intervenções, mas destaco obviamente a juventude, com quem tenho trabalhado, da associação “Ecos Urbanos” que deu vida aos versos de Inês Lourenço, através de uma declamação regada ao som do saxofone, guitarra, flauta transversal, música clássica e mesmo beat box.

Assim como o grupo “Amigos do Art7<” que na declamação de textos do António Gedeão me deixaram “arrepiada”. Foi um belo momento. Este grupo declamou ainda poemas de Ruy Belo.

foto de Rosa Familiar

Não posso deixar de mencionar as outras associações que participaram e nos deram a conhecer, pelo menos a mim, textos e poetas que desconhecia. Como é o caso do Grupo Cultura Viva que se encarregou da poetisa Teresa Rita Lopes e a Universidade Sénior que declamou textos de Arménio Vieira.

Estivemos todos muito bem nessa noite. :)