A arquitectura arrojada ...

... do Porto de Leixões.




fotos by alegna

Aproveitando o dia do PORTO de LEIXÕES que abre portas à comunidade, todos os anos no terceiro sábado de setembro, visitamos este novo edifício que com a sua arquitetura arrojada, será mais um ponto de interesse no mapa da arquitetura contemporânea de Matosinhos, com assinatura do arquiteto Luís Pedro Silva.

O Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, apresenta uma forma curvilínea branca, que se destaca na marginal de Matosinhos.








fotos by alegna

Nos seus 8 pisos, partilha serviços do Terminal de Cruzeiros e do Parque de Ciência e Tecnologia do Mar da Universidade do Porto – Pólo do Mar. O piso térreo, reservado para os serviços de check-in, fronteira e bar do Terminal de Cruzeiros, os restantes pisos, acolhem serviços do Pólo do Mar, uma galeria de divulgação científica e um auditório. A cave é ocupada por um aquário com animais e algas, o biotério da Ciimar.

A cobertura visitável, com uma posição abrigada de nortada, alberga um anfiteatro ao ar livre e oferece uma ampla panorâmica sobre o mar, a linha de costa e o Parque da Cidade.





fotos by alegna

Todo o edifício é revestido com azulejos hexagonais brancos, colocados irregularmente, que formam padrões aleatórios e um jogo de refração de luz.


 




fotos by alegna

O acesso ao Terminal de Cruzeiros, atualmente restrito e pelo interior do Porto de Leixões junto ao molhe sul, será de futuro integrado no espaço público da cidade, está previsto um arranjo urbanístico de uma nova entrada, com a criação de um percurso pedonal entre o terminal e o centro de Matosinhos. Este “passadiço” prevê-se que esteja concluído em 2016, podendo nessa altura o edifício ser visitado por todos.