A não perder !!

"A minha Obra é o meu Corpo, o meu Corpo é a minha Obra"


Helena Almeida é, sem dúvida alguma, um dos nomes mais sonantes da arte contemporânea portuguesa. A partir de 17 de outubro, vou ter que ir a Serralves visitar e conheça de perto "A minha Obra é o meu Corpo, o meu Corpo é a minha Obra", que conta com obras raramente exibidas ao longo da sua carreira artística.

A exposição salientará a importância do corpo – que regista, ocupa e define o espaço – e o seu encontro performativo com o mundo nas obras realizadas pela artista de meados dos anos 1960 até à atualidade.