domingo, 3 de julho de 2011

Cidade das ...

... Artes e das Ciências em Valência

Há muito que desejava conhecer esta obra do arquitecto Santiago Calatrava.

A “Ciutat de les Arts i les Ciències” é um deslumbrante complexo de pavilhões, com uma aparência futurista, diferente de tudo o que já tinha visto. Apesar de Valência ter muito mais que visitar, atrevo-me a dizer que vale a pena ir a Valência apenas para conhecer a “Ciutat des les Arts”.
Mas este magnífico projecto não é apenas de Santiago Calatrava foi conjuntamente com Felix Candela, também espanhol, que desenvolveram e criaram este monumental conjunto de pavilhões imaculadamente brancos rodeados por um enorme espelho de água azul-turquesa.


Construídos para incentivar as artes, as ciências e a natureza, é um prazer deambular por toda a área desta cidade futurista.
Começamos logo pela manhã e só terminamos ao fim da tarde, para conhecer todo o espaço mas visitando apenas o interior de dois dos pavilhões. Um foi o “L’Oceanografico”, que nem a fila grande nos assustou, e optamos também por adquirir bilhete conjunto para visitar o “L’Hemisfèric” (26,65 €).

O primeiro edifício que avistamos ao chegar à cidade foi o “Palau des les Arts Reina Sofia”, um espaço que abre apenas para concertos, apresentações musicais ou exposições. Parece saído de um filme de ficção uma enorme nave espacial :).


Palau des les Arts Reina Sofia

Um pouco mais à frente, depois da ponte, encontra-se o “L’Hemisfèric”, que parece um enorme olho, existindo no seu interior um cinema IMAX onde são projectados filmes em 360 graus com duração média de uma hora sobre temas ecológicos.


L’Hemisfèric

Logo de seguida fica o “L’Umbracle”, um fantástico jardim de onde se tem um ponto de vista excepcional para o conjunto dos pavilhões do CAC. Com uma vegetação típica da região mediterrânea, esse enorme oásis também abriga exposições de esculturas contemporâneas.




L’Umbracle

O “Museo de les Ciències Principe Felipe” que fica mesmo em frente ao “L’Umbracle” possui modernos recursos de multimédia e um divertido acervo interactivo. Este museu converteu-se numa referência mundial da Ciência Interactiva, tendo como principal objectivo fomentar a curiosidade e o espírito crítico, supreendendo e divertindo o público através dos conteúdos que oferece (ciência, tecnología e meio ambiente).





Museo de les Ciències Principe Felipe

Antes de chegar ao “L’Oceanografico” encontramos um edifício multifuncional que se chama a “L'Àgora”  …

L'Àgora ... lá ao fundo :P

Um pouco mais adiante, “L’Oceanografico”, a atracção mais procurada da Cidade das Artes e Ciências. Dividido em pavilhões independentes, um para cada mar do nosso planeta e seus respectivos ecossistemas. Estivemos lá dentro mais de 3 horas :) e não vimos o show dos golfinhos.





L’Oceanografico

Tive pena que não fomos lá uma noite, iria dar uma fotografias fantásticas … mas na próxima vez que for a Valência uma noite será para a “Ciutat de les Arts i les Ciències”.
Related Posts with Thumbnails